domingo, 5 de setembro de 2010

Espetáculo: "Brincantes na Idade Média"

Brincantes na Idade Média1.000 anos de história dentro de uma carroça! É assim que o Grupo Cena – Teatro da cidade de Lajedo-PE, apresenta o seu novo espetáculo, que tem como título: “BRINCANTES NA IDADE MÉDIA”, escrito por Julierme Galindo e com direção de Éverton Kelly.
Utilizando técnicas trovadoristas, musicalidade ao vivo, cores intensas e alto teor de comédia, o espetáculo conta as principais passagens da idade média como: o feudalismo, as cruzadas, o surgimento do dinheiro e a relação de poder entre o rei, a igreja e o povo. Formado por um elenco de 13 pessoas entre atores e músicos que se revezam em vários personagens que contam de forma hilariante uma das épocas mais marcantes da história, vale apena garantir vaga nesta aula “BRINCANTE”!

 
video




__________________________________________________________


A BODEGA DA FINADA
2007


    Uma das histórias do poeta Adeilzo Santos saiu dos cordéis para o palco, através de uma peça montada pelo Grupo Cena Teatro em 2007. A idéia surgiu através de um convite do próprio Adeilzo Santos ao Grupo Cena Teatro. A obra foi criada há mais de vinte anos e narra a história de uma mulher que, depois de morta, volta para assombrar o marido que lhe passou a perna.
    A peça "A bodega da Finada" ficou em cartaz por dois anos e o Grupo Cena - Teatro se apresentou algumas vezes em Lajedo-PE. Logo em seguida recebeu convites para se apresentar em cidades vizinhas. A direção foi de Everton Kelly, o mesmo que vem dirigindo os trabalhos realizados pelo Grupo Cena - Teatro da cidade de Lajedo-PE.

 ___________________________________________

Cristo Conosco
A Paixão de Cristo de Lajedo-PE
2006/2011


    Cristo Conosco, conta a história do nascimento, vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo, baseando-se nas histórias bíblicas. O espetáculo tem início com a anunciação do anjo Gabriel a Maria, em seguida, avança para a passagem do batismo onde João Batista proclama Jesus como o enviado de Deus para a remissão dos pegados. Logo, acontece a cena das tentações que tem como presença marcante o personagem do diabo, buscando constantemente desnortear o cristo. Os milagres, a cena da mulher adúltera, a escolha dos apóstolos e o sermão da montanha, a conspiração do templo e a traição de Judas são representadas posteriormente nesta mesma ordem.
    Outras passagens são evidenciadas neste espetáculo, como a última ceia, a prisão de Jesus, seus julgamentos passando pelo templo vai até Pilatos, que o envia pra Herodes, que o manda de volta, aquele, não vendo outra alternativa, põe Jesus pra ser julgado pelo povo, que escolhe soltar o criminoso Barrabás e crucificar Jesus. A partir deste momento Cristo começa a sofrer com açoites, empurrões, maus tratos e humilhações, representados neste espetáculo pela cena da via crusis, que tem como ponto de culminância a crucificação de Jesus.
    Prosseguindo, acontece a cena onde Maria, sua mãe, o tem em seus braços e clama por Deus, cena conhecida como a pietá. Logo em seguida, Maria Madalena e algumas mulheres vão ao túmulo de Jesus e constatam que seu corpo não está lá, Madalena põe-se a chorar próximo ao túmulo, quando um anjo a indaga: Por que procuras entre os mortos aquele que está vivo? Então a pede que espalhe a notícia que ele subiu para junto de Deus Pai. O espetáculo alcance o ápice da emoção em seu término com a cena apoteótica da ressurreição, onde Cristo reaparece para a plateia “flutuando” à 6m de altura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário